Na última quarta-feira, o Fluminense ficou no empate com o Alianza Lima, do Peru, na estreia na fase de grupos da Libertadores. Após o jogo, o técnico Fernando Diniz admitiu que a equipe cometeu muitos erros e considerou o empate justo.

“Eu acho que a gente cometeu muitos erros de passes, que não é algo comum do time. A partida ia ser difícil da forma que eles jogaram. Eles não jogaram quase partida nenhuma com essa formação com uma linha de cinco, sendo quatro zagueiros de origem. E o que eles estavam esperando era erros na primeira parte de construção. Erramos mais do que costumamos errar. Fizeram o gol e ficaram mais fortes no que diz respeito a fechar espaços”, disse.

“O campo também prejudica muito. Campo muito irregular e seco. O campo tem a ver com os passes que erramos. Demora a nos adaptar. No segundo tempo tivemos uma postura mais agressiva. Colocamos o time para frente, mas não ficamos desorganizados. Tinha dificuldade para penetrar, mas estivemos perto de empatar o jogo e empatamos merecidamente”, completou.

O resultado em Lima manteve a escrita dos cariocas na competição de não perder na primeira partida. Diniz elogiou Marquinhos pelo gol, aproveitando escanteio.

“Foi uma percepção do Marquinhos. Estava muito bem no jogo. Estava com confiança e percebeu o espaço. No fundo o cruzamento era mais direcionado para o Lelê do que para ele. E o Lelê atrai a marcação e ele acaba entrando no espaço e fazendo o gol”, declarou.

O Fluminense volta a campo na próxima terça-feira, contra o Colo Colo, do Chile, no Maracanã, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

Dupla Aposta